GARIMPANDO ALGUMAS ANOTAÇÕES SOBRE FRANCISCO DE ASSIS

Sem dúvida, São Francisco, é o Santo que mais ocupa o mundo dos ensaios, artigos, textos e teses. É o Santo presente nas artes plásticas e em debates de diversos setores de assuntos religiosos ou não. Conhecido dentro e fora do cristianismo tem o respeito e a admiração de protestantes, anglicanos, ortodoxos. Atravessa a fronteira do ocidente e é conhecido na Índia, China e Japão. Um pastor calvinista, professor em Strasburgo, o grande Paul Sabatier, o trouxe para o mundo das Fontes Franciscanas com um sério estudo histórico-crítico de seus Escritos e Biografias. Personalidades conhecidas da política e dos espaços acadêmicos se referiram a ele, como por exemplo Lênin e Renan.

Francisco é seguido por muitos discípulos e discípulas nas suas Três Ordens, das Terceiras Ordens Regulares, das muitas famílias religiosas e leigas que brotaram da sua inspiração e Regra de Vida. Irrompeu desde os Concílios de Latrão em 1216, como seu espírito estava presente em tantas  propostas, mesmo a partir  do Vaticano II que gritou pelo retorno às Fontes, quando  Francisco já era uma Fonte consolidada. Sua cidade, Assis, atrai peregrinos de todas as partes do mundo. Buscar Francisco é entrar no modo de ser de Jesus Cristo. Um Santo de ontem, de hoje e do futuro. Os jesuítas Lippert, Von Galli  e Van Doornik o consideram um profeta de nosso tempo. O fato é que este Poverello de Assis abre trilhas de seguimento natural de Cristo. Um Santo com jeito ecumênico, interdisciplinar, holístico e inter-religioso, da unicidade e da reconciliação, da paz e da sonhada fraternidade universal.

“A santidade de um só superava a multidão dos imperfeitos”

“Mas Francisco era consolado abundantemente pelas visitas de Deus, que lhe davam segurança de que as bases de sua Ordem haveriam de permanecer firmes. Recebeu até a promessa de que os escolhidos haveriam de substituir sempre, garantidamente, os que fossem indo embora. Numa ocasião em que estava sofrendo por causa dos maus exemplos e se apresentou perturbado na oração, recebeu do Senhor esta interpelação:” Por que te perturbas, homenzinho? Será que eu te coloquei como pastor da minha Ordem para desconheceres que o patrono principal sou eu? Foi para isto que eu te escolhi, homem simples, a fim de que siga quem quiser as obras que eu fizer em ti e que devem ser imitadas por todos os demais.  Eu chamei, guardarei e apascentarei. Para reparar a queda de uns colocarei outros, de maneira que, se não vierem ao mundo, eu mesmo os farei nascer. Por isso, não te perturbes, mas cuida da tua salvação porque, mesmo que a Ordem ficasse reduzida a três frades, permanecerá sempre firme pela minha proteção”. A partir daí, dizia que a santidade de um só superava a multidão dos imperfeitos, porque são inumeráveis as trevas que se dissipam com um só raio de luz” (2Cel 158)

Tudo foi colorido e florido na vida de Francisco? Não! É só conferirmos 2Cel 157 e  sentiremos suas crises sobre si mesmo, crises ao ver o mau exemplo dos que o seguiam: “Dizia que os bons frades são confundidos pelas ações dos maus frades e, mesmo não tendo pecado, são postos em julgamento pelo exemplo dos perversos. Por isso estão atravessando com uma cruel espada, que enterraram o dia inteiro em meu coração.”

Afastava-se às vezes dos frades “para não ter sua dor renovada por ouvir alguma coisa má contada a respeito de alguns deles” ( 2 Cel 157). E dizia: “Tempo virá em que esta Ordem, amada por Deus, vai ser difamada pelos maus exemplos, a ponto de ficarem envergonhados de sair em público. Mas os que entrarem na Ordem neste tempo serão trazidos unicamente pela ação do Espírito Santo, não terão mancha alguma da carne e do sangue, e serão verdadeiramente abençoados por Deus. Em seu meio, não haverá grandes ações meritórias, pelo resfriamento da caridade, que faz com que os santos ajam com fervor, mas terão provações imensas, e os que forem aprovados nesse tempo serão melhores que seus predecessores” (idem).

Podemos pesquisar muitos autores e o grande apreço que se tem por São Francisco de Assis. Embora cada um tenha o seu ponto de vista, todos convergem para uma mesma verdade: Francisco irradia Cristo, mostra de um modo transparente o Espírito do Senhor e o seu santo modo de operar, o Evangelho vivido a partir de virtudes evangélicas encarnadas, a identificação com a Senhora Dama Pobreza,  a nítida humildade, a vivência indiscutível do amor fraterno, a pequenez, a simplicidade, a filiação divina, a liberdade de espírito, a disponibilidade, o espírito cortês-cavaleiresco, a nobreza de alma, a alegria, a liberdade e a responsabilidade, a grande presença e compreensão de estar entre os pobres e os pequenos, os acenos de uma nascente compreensão de gênero no modo de chamar tudo e todos de irmãos e irmãs, seu modo de tratar as mulheres, os pecadores, as plantas, os animais, os vermes da estrada e a verdade contida nos sinais e símbolos. Francisco é um grande ser humano e santo que nos provoca, interpela, vai fundo no pisar o chão da existência, um ser medieval e global. Um santo de ontem, de hoje e do nosso futuro.

Podemos consultar as Fontes Franciscanas e Clarianas, os Escritos de São Francisco, as Legendas, as Biografias Hagiográficas, o que ele disse, o que disseram sobre ele, a opinião de seus companheiros, há a prova de tudo o que falamos acima, e nos remete a conhecer seu espírito, sua vida, seu jeito, seu tempo, seu modo de compreender e resgatar a eclesiologia da época, de ser um sinal para o mundo de então, e para os tempos de agora.

Francisco de Assis é uma fonte inesgotável de palavras e interpretações, porque tem o manancial dos segredos do Evangelho. Um humano santo que soube escutar, ler e praticar uma inspiração divina e fazer dela uma honesta e profunda convicção e uma prática saudável e eficaz. Nele a Palavra de Deus, especificamente do Evangelho, se funde com sua escolha e vida.

Para Francisco Jesus Cristo não é um ser histórico descrito em letras, mas a mais eloquente encarnação de Deus na terra dos humanos. Ele não se apegou literalmente a trechos do Evangelho, assim como fizeram os valdenses, cátaros e “umiliati”. Não é um inovador fanático que repete versículos apenas por repetir e moralizar. Não representa o poder que exalam  alguns pregadores  de se apegarem  a esta ou aquela palavra do texto evangélico e se descuidam da vivência.

Ele é a maior prova de que assumir o Espírito  vivifica, como dizem João e Paulo; mas a letra mata. Francisco não morre nas palavras, mas funde-se nelas para espiritualizar-se primeiro antes de falar.

Fonte: Blog Carisma Franciscano – Frei Vitório Mazzuco Filho, OFM
É natural de Campo Limpo Paulista, São Paulo. Nasceu no dia 28 de abril de 1953 e ingressou na Ordem dos Frades Menores no dia 20 de janeiro de 1973. Fez a profissão solene no dia 2 de agosto de 1977 e foi ordenado sacerdote no dia 7 de julho de 1979. Estudou Filosofia e Teologia de 1974-1979 no Instituto Teológico Franciscano, Petrópolis. Fez Mestrado em Teologia com especialização em Teologia Espiritual Pontificium Athenaeum Antonianum, Roma, Itália.

logo1

FRADES FRANCISCANOS
Ordem de São Francisco – OSF
Igreja Anglicana Tradicional do Brasil

CONTATOS:
Site: http://www.fradesfranciscanos.com
E-mail: contato@fradesfranciscanos.com
Blog: https://fradesfranciscanos.wordpress.com
Twitter: @fradesosf
Facebook: https://www.facebook.com/ordemdesaofrancisco
Instagram: @fradesfranciscanos
YouTube: https://www.youtube.com/c/fradesfranciscanos
Google+: https://plus.google.com/u/2/+FradesFranciscanos/posts


Anúncios

Sobre Frei Fábio, OSF

Formando em Filosofia, Ministro Provincial da Ordem de São Francisco, OSF no Brasil, amante e um defensor da ecologia. Apoia e desenvolve trabalhos com moradores de rua, e os mais oprimidos pela sociedade, realiza palestras sobre franciscanismo, bíblia, ecologia, amorização.

Publicado em 14/08/2015, em Formação e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: